top of page

V Encontro Nacional de Iniciativas e Escolas de Segunda Oportunidade

No passado dia 8 de maio decorreu em Sintra, no Espaço Melka, o V Encontro Nacional de Iniciativas e Escolas de Segunda Oportunidade "15 anos de Educação de Segunda Oportunidade em Portugal - Desafios do Presente e do Futuro".


Com cerca de 100 participantes, este encontro reuniu as Escolas de Segunda Oportunidade (E2O) que já existem no país, para além de muitas outras instituições que fazem parte da Rede Nacional, escolas. municípios, universidades, fundações, associações, entre outras que participaram nas diversas partes deste evento:

- a Sessão de Abertura, que contou com a abertura por parte do Vice Presidente da Câmara Municipal de Sintra e Vereador de Educação, Bruno Parreira, do Presidente da Rede Nacional, Luís Mesquita, do Diretor do Agrupamento de Escolas Agualva Mira Sintra, Luís Henriques e da Coordenadora da Rede MedNC, Adélie Breil;

- o Seminário "Escolas de Segunda Oportunidade: olhar o presente, pensar o futuro", com contributos de Mafalda Ribeiro (Associação ES+/Escola de Segunda Oportunidade de Sintra), Dulce Rocha (Instituto de Apoio à Criança), Ricardo Rodrigues (ISCTE – Instituto Universitário de Lisboa), Kimiko Nii (Universidade de Educação de Aichi - Japão) e Susana Constante Pereira (Projeto "S2CENE - Strengthening Second Chance Education Networks in Europe");

- o momento formativo “Escolas de Segunda Oportunidade: Lugares de Inclusão”

com David Rodrigues (Conselho Nacional de Educação):

- o Encontro de Jovens, com a participação de mais de 30 jovens das Escolas de Segunda Oportunidade do país, que tiveram a oportunidade de conhecer a vila de Sintra e de partilhar a sua experiência nas E2O, apresentando depois a todos os participantes do encontro as suas preocupações e propostas para a melhoria deste setor;

- e a Assembleia Geral da E2O Portugal.


Juntou-se ainda a esta iniciativa o Diretor-Geral dos Estabelecimentos Escolares, João Gonçalves, que deixou as suas palavras de apreço pelo trabalho desenvolvidos nestas Escolas, uma presença importante, depois da afirmação recente do Ministro da Educação João Costa, de que “o sistema educativo português ainda precisa de escolas de segunda oportunidade”.


Este foi mais um contributo decisivo para consolidar no país uma política pública para a redução do abandono precoce, das baixas qualificações e da exclusão social de jovens, garantindo o efetivo direito à educação de todas e de todos os jovens, dando visibilidade e voz a este setor educativo e continuando o caminho de aprofundamento da institucionalização desta nova medida, iniciado com a publicação do despacho 6954/2019, no seguimento da elaboração da Estratégia Nacional de Redução de Abandono Precoce.


A E2O Portugal agradece ao Município de Sintra, a todas as Escolas de Segunda Oportunidade, seus jovens e técnicos, oradores e participantes e a todos os parceiros e participantes que se juntaram neste momento. MUITO obrigado a TODOS E TODAS!






Комментарии


bottom of page